free web hosting | free website | Business Hosting Services | Free Website Submission | shopping cart | php hosting


Free Web Hosting - Watch Free Movies Online - Watch Free TV Online - Free Web Pages

Find the cheapest Local Gas Prices and Gas Stations in your neighborhood and surrounding area.
03 Junho 2008 - 15h00

Tensão: Azuis-e-brancos podem perder milhões e ser obrigados a vender activos

Juiz amigo na UEFA

A poucas horas de o FC Porto entregar na UEFA a contestação à nota de culpa, que pretende o afastamento dos azuis-e-brancos das competições europeias, o clube já prepara a defesa para a instância de recurso. É aí que o FC Porto acredita poder vencer, num momento em que muitos dirigentes dão como certa a determinação por parte da UEFA do afastamento daqueles que, na época em que são acusados de tentativa de corrupção, se sagraram campeões europeus. A Defesa estará a cargo do escritório de Adelino Caldeira e Gil Moreira dos Santos.

A tensão no Dragão é grande e a esperança reside agora no Comité de Apelo da UEFA.Onde o FC Porto encontrará o juiz AntónioMortágua, ex-presidente do Conselho de Disciplina da FPF e tido como próximo de Pinto da Costa e de outros arguidos envolvidos no ‘Apito Dourado’.

Recorde-se, aliás, que António Mortágua foi uma das testemunhas arroladas por Valentim Loureiro aquando da instrução do processo em julgamento em Gondomar, tendo também o juiz sido suspeito de ter contactado Pinto da Costa nos dias em que aquele se manteve foragido à Justiça.

O mesmo magistrado foi também alvo de escutas no mesmo processo e há conversas transcritas do juiz a Pinto de Sousa, Pinto da Costa e Valentim Loureiro. Há ainda uma mensagem enviada para o telemóvel do então presidente do Boavista, na qual o juiz conselheiro se manifestava solidário com o major, depois da sua prisão. 'A amiza- de supera isso tudo', disse então o magistrado ao Loureiro filho.

A possibilidade de afastamento das competições europeias tratará também importantes custos financeiros aos azuis-e-brancos. Não só na perda de receitas imediatas da participação na Liga dos Campeões, como até em receitas com a venda de lugares anuais.

OFCPorto deverá adiar a renovação das cadeiras, já que no pacote vendido aos associados o clube inclui os jogos da Champions.Nestemomento, a certeza da participação na prova é nula.

FEDERAÇÃO ENTREGOU LISTAGEM

A Federação Portuguesa de Futebol entregou ontem na UEFA as licenças para que os clubes portugueses possam disputar as competições europeias. O FC Porto foi um dos sete clubes licenciados pela FPF. Os portistas têm licença do organismo português, mas ainda aguardam uma posição da UEFA em relação à participação na Liga dos Campeões – a decisão está marcada para amanhã.

Os outros clubes licenciados foram o Sporting, o Vitória de Guimarães, o Benfica, o Marítimo, o Vitória de Setúbal e Sporting de Braga.

Caso se confirme o afastamento do FC Porto, a vaga na fase de grupos sobra para o V. Guimarães, que teria entrada directa na Champions. OBenfica também sairá beneficiando, apurando-se para a 3ª pré-eliminatória da Liga milionária.  

PRÉMIOS DE PARTICIPAÇÃO

A época 2003/04 foi a que rendeu ao FC Porto a maior receita nas provas da UEFA dos últimos cinco anos. Os números não contemplam outros tipos de ganhos, como bilheteiras ou direitos televisivos.

2003/04 25,1 milhões de euros

2004/05 8,2 milhões de euros

2005/06 6,4 milhões de euros

2006/07 12,6 milhões de euros

2007/08 cerca de 13 milhões de euros

PRÉMIOS (VALORES TEMPORADA 2007/2008)

Fase de grupos: 3 milhões de euros

Prémio por jogo: 400 mil euros

Prémio por vitória: 600 mil euros

Por empate: 300 mil euros

Apuramento para 1/8: 2,2 milhões de euros

Apuramento para 1/4: 2,5 milhões de euros

Apuramento para 1/2: 3 milhões de euros

Segundo lugar: 4 milhões de euros

Primeiro lugar: 7 milhões de euros

SAÍDA DE CRAQUES PARA SALVAR CONTAS

A venda de activos valiosos do plantel pode ser a solução para a SAD do FC Porto cobrir o buraco financeiro resultante de uma exclusão das competições europeias.

No orçamento os portistas têm por hábito perspectivar uma campanha na Liga dos Campeões em que são atingidos os oitavos-de--final da prova. Tal aconteceu nas últimas duas épocas, sendo que os prémios de participação rondaram os 13 milhões de euros.

Contudo, a perda assume montantes bem mais elevados se lhe juntarmos receitas publicitárias, de bilheteira, de venda de lugares anuais, entre outras, que sem a presença na Champions descem de forma drástica.

A salvação das contas poderá passar pela venda de jogadores internacionais e com mercado, como Quaresma, Lucho González, Bruno Alves ou Lisandro Lopez.

Aliás, mesmo a vontade dos jogadores em alinhar na principal prova europeia jogará a favor da saída. Lucho, por exemplo, já afirmou o desejo de actuar numa liga mais visível e Quaresma anunciou no sábado a vontade de abandonar o FC Porto. Quem já saiu, de forma unilateral, foi Paulo Assunção e, caso se concretize a ausência dos portistas da Champions, poderá não ser o único a deixar o Dragão.  

SAIBA MAIS

JUVENTUS NA DEFESA

Para o FC Porto, uma exclusão da Champions teria de ser estendida à Juventus, envolvida no Calciocaos e este ano apurada para a Liga dos Campeões.

25 milhões

O FC Porto arrecadou 25,1 milhões de euros de prémios de participação nas provas europeias, em 2003/04, curiosamente na época dos jogos que levaram ao ‘Apito Dourado’.

NOTAS

CAROLINA - VAI FALTAR AO TIC

Carolina Salgado vai faltar hoje a uma inquirição noTICdo Porto, onde seria ouvida no processo de furto interposto por Pinto da Costa. A ex-companheira vai justificar a falta com uma consulta

TRIBUNAL - ADEPTO OUVIDO

Um adepto doFCPorto foi ontem ouvido noTribunal de Gondomar, após ter sido detido pela GNR na sequência de desacatos no FCPorto - Benfica (6-0), no sábado, em hóquei em patins

MAREK CHEC - SEMANA DECISIVIA

O empresário do lateral-esquerdo Marek Cech, Juraj Venglos, garante que esta semana o futuro do eslovaco será decidido, descartanto a possibilidade de uma transferência para o Nápoles

Sérgio Pereira Cardoso/ Tânia Laranjo